FareKeep, a proteção que os viajantes estavam esperando para congelar os preços das passagens e conseguir economizar no momento da compra chegará em breve ao mercado brasileiro.

Quantas vezes você estava planejando sua viagem e ao pesquisar as passagens encontrou um preço promocional incrível, mas ainda precisava esperar para realizar a compra, e quando foi comprar o preço havia subido?  A startup Flyr promete proteger os clientes que sondam passagens, mas não fecham em um primeiro momento.

Chamado de FareKeep, o serviço é semelhante a um seguro que bloqueia o preço de passagens aéreas, mantendo-o por uma semana para compra futura. A solução tecnológica será comercializada no Brasil pela empresa Amadeus, investidora da Flyr, e será vendido aos viajantes através de agências de viagens online, sites de busca ou de companhias aéreas.

Quando o cliente encontrar uma tarifa que considera interessante, ele contrata o FareKeep que, após o pagamento de uma pequena comissão, congela o valor das tarifas. A taxa de pagamento para a contratação do seguro é definida por um logaritmo que leva em conta o risco de mudança de tarifa, e vai variar entre 5 a 25 dólares, sendo definido no momento da contratação conforme a probabilidade do preço oscilar durante o período de bloqueio (sete dias). Se a probabilidade for grande, o valor pago pelo serviço será mais próximo da taxa máxima. Caso o preço da passagem aumente dentro dos sete dias, o FareKeep irá pagar a diferença de preço até o teto de 200 dólares.

Se durante o período de bloqueio os assentos se esgotarem, o cliente terá três alternativas: cancelar o seguro e receber o valor pago pela contratação de volta; migrar a proteção para outro voo no mesmo itinerário, nas mesmas datas e pela mesma agência de viagem; ou ter o reembolso do valor de até 200 dólares para comprar uma passagem mais cara.

A seguradora irá decidir quais voos irá cobrir, mas a cobertura segundo a startup é de aproximadamente 93% dos voos disponíveis nas agências parceiras (informações divulgadas conforme o oferecimento em outros países). No exterior, o serviço é oferecido em sites como o Skyscanner e TripAdvisor. Segundo a Flyr, com o uso do FareKeep, a cada 100 tarifas encontradas, 30% são reservadas, o que permite que distribuidores de viagens e companhias aéreas aumentem a receita e reduzam o custo para atrair novos clientes.

A ferramenta ainda não tem data de disponibilização, mas já estamos ansiosos por essa proteção, não é mesmo?

Acompanhe nosso blog para saber sobre as novidades no mundo dos viajantes.