Está pensando em fazer um passeio na natureza? Conheça alguns cânions brasileiros que são de tirar o fôlego!

 

Cânions são extensos paredões que foram formados através de processos erosivos no decorrer de milhões de anos, e são esculpidos principalmente pela ação dos ventos e das águas. O território brasileiro conserva maravilhosas formações da natureza, onde é possível fazer trilhas, contemplar impressionantes paisagens, praticar esportes radicais ou até mergulhar. Conheça um pouco mais sobre esses destinos:

Cânion Itaimbézinho: Localizado entre os estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, dentro do Parque Nacional dos Aparados da Serra, é um dos maiores cânions do Brasil e da América do Sul. O nome se origina dos índios guaranis que habitavam a região e chamavam de Itaimbé Itaimbé (ita=pedra, aimbé=cortada) à fenda gigantesca. Suas paredes rochosas existem há cerca de 130 milhões de anos, com uma altura de mais de 700 metros, onde há duas incríveis cachoeiras, a Andorinhas e a Véu da Noiva.

Cânion Fortaleza: Situado no Parque Nacional da Serra Geral, o cânion recebeu esse nome em razão do terreno e seus paredões, que lembram as muralhas de um forte medieval. São mais de 7 quilômetros de extensão e a altura máxima de suas escarpas pode chegar até 900 metros. É possível desfrutar de uma belíssima paisagem na cachoeira do tigre preto, com aproximadamente 300 metros de altura. Em dias claros, também é possível ver a praia de Torres, cerca de 30 km do local.

Cânion Malacara: Localizado entre os cânions do Itaimbézinho e Fortaleza, com partes de sua área no Parque Nacional da Serra Geral e outras partes no dos Aparados da Serra, o cânion Malacara abriga em seu interior um poço e algumas cascatas que formam incríveis piscinas naturais, perfeitas para um banho.

Canion Guartelá: O cânion Guartelá é o maior do Brasil e o sexto maior do mundo. Tem cerca de 30 km de extensão e foi escavado pelo Rio Iapó. Conforme lenda, o nome “Guartelá” surgiu da expressão “Guarda-te lá, pois cá bem fico” utilizada por um morador da região ao deseja boa sorte a seu “compadre” com relação a ataques indígenas no local. Além das caminhadas, o destino agrada também quem gosta de esportes como rafting e rapel. Há duas opções de trilhas nesse local: a básica e a completa. Ambas têm um nível médio de dificuldade, porém, para fazer a completa é preciso ser acompanhado por um guia do parque.

Cânion de Capitólio: Chamado também do Lago de Furnas, é localizado no município de Capitólio (MG). É formado por imensos paredões rochosos que se estendem sobre o Lago de Furnas, maior espelho d’água do mundo, com mais de mil quilômetros quadrados. Além de apreciar a vista panorâmica do topo do mirante, o turista pode fazer um passeio de lancha pelo lago para conhecer o cânion bem de perto.

Cânion do Rio Espalhado: Situado na Chapada Diamantina, esse destino tem muitas atrações: abriga entre seus paredões uma piscina natural de águas cristalinas formada pelo Rio Espalhado (também conhecido como Rio Manso); uma esplêndida entrada com rochas formadas por camadas; e a maravilhosa cachoeira do Buracão.

 

Ficou com vontade de conhecer um desses cânions de perto? Aproveite para reservar sua mala e não perca essa aventura.